NUDECON e Unimed Palmas debatem criação de mecanismos para resolução de problemas


Loise Maria Publicado em 18/09/2014 às 11:09:09

Com o objetivo de criar mecanismos para resolução dos problemas enfrentados pelo usuários/consumidores de planos de saúde no estado do Tocantins, o NUDECON – Núcleo de Defesa do Consumidor, da Defensoria Pública, se reuniu com a Diretoria Administrativa e Jurídica do Plano de Saúde Unimed Palmas.

Na ocasião foram apresentados e discutidos os principais problemas enfrentados pelo usuários/consumidores, tendo como mais recorrentes: demora no agendamento para consulta e autorização de exames, recusa de atendimento nos casos urgência, alegação injustificada de doença preexistente, distinção de atendimento do consumidor quanto ao tipo de Plano de Saúde contratado, falta de profissionais credenciados, limitação de cobertura e a limitação de abrangência geográfica.

Assim, no intuito de diminuir o número expressivo de ações judicializadas, bem como encurtar o caminho do consumidor para resolução do seu problema foi requerido para Unimed Palmas pela Defensoria Pública o fornecimento de um número de atendimento personalizado para uso comum de todos os 43 Núcleos de Atendimento da Defensoria Pública no estado do Tocantins (defensoria fone), bem como, foi formalizado a parceria para a formatação de um mutirão para resolução de ações em andamento. Em resposta à solicitação do NUDECON, a Unimed Palmas já disponibilizou seus dados cadastrais, bem como os canais de comunicação que poderão ser utilizados pela Defensoria Pública para melhor assistência ao consumidor que procurar a Instituição.

Orientações

O NUDECON alerta que para o consumidor evitar problemas o mesmo deve cumprir com os seguintes cuidados: verifique se a operadora tem registro na ANS ou se a mesma tem problemas administrativos e/ou financeiros; leia o contrato antes de assinar; exija uma cópia da lista atualizada dos prestadores credenciados: médicos, hospitais e laboratórios; contrate um plano que seja adequado às suas necessidades e às de sua família. Considere a cobertura assistencial; a abrangência geográfica; verifique os prazos de carência; compare preços e verifique a forma dos reajustes, inclusive se eles são feitos por faixa etária e leve em conta que os serviços oferecidos estão ligados ao plano contratado: referencial, ambulatorial, hospitalar ou hospitalar com obstetrícia.

Caso o consumidor encontre alguma resistência por parte dos prestadores dos serviços de saúde, poderá fazer a denúncia através dos seguintes canais: Disque ANS (0800 701 9656), das 8h às 20h, de segunda a sexta-feira, pelo endereço eletrônico www.ans.gov.br.

A Reunião entre NUDECON e Unimed Palmas foi realizada no último dia 11, na Defensoria Pública na Capital, dentro da programação de aniversario de 24 anos do CDC.

 

Autora: Caroline Spricigo



Clique em uma imagem para amplia-la