QUESTIONÁRIO – TRATAMENTO DE CONSUMIDORES SUPERENDIVIDADOS



PARTE 1 – Informações pessoais e descrição do núcleo familiar

O presente procedimento abrange consumidores inadimplentes com um ou mais credores e comprometimento da renda com somatória das dívidas superior a 30% de sua renda líquida, que seja comprovadamente endividamento passivo, podendo ser em razão do desemprego, divórcio, por uma doença ou morte na família, acidente, dentre outras causas.

Em caso de dúvidas favor entrar em contato através email: negociar@defensoria.to.gov.br.


1. Informações pessoais e descrição do núcleo familiar


Estado Civil?  




Cidade:  



2. Quais as causas do superendividamento?  




3. O consumidor já procurou resolver o problema em algum lugar antes de procurar a Defensoria Pública? Onde?  


4. Assinale a faixa que melhor reflete o total líquido dos rendimentos do consumidor (renda proveniente de trabalho com e sem registro em carteira):  



Outro valor:  

5. Assinale a faixa que melhor reflete ao total líquido do rendimento familiar do consumidor:  




6. Quais os bens do patrimônio do consumidor?  





PARTE 2 – Situação atual da dívida

7. Para quem o consumidor deve?  

8. Para quantos credores você deve?  


9. Indique os credores do consumidor e o valor do capital tomado, bem como o débito atual com cada um:

a) Credor 01:





b) Credor 02:





b) Credor 03:





b) Credor 04:






10. Quais as despesas mensais fixas do consumidor? Qual o valor médio de cada uma delas?
















11. Qual a renda mensal do consumidor?





















12. Qual o valor mensal da dívida (comprometimento de renda)?  







13. Em razão desta dívida, o consumidor está ou esteve inscrito em algum órgão de proteção ao crédito (CADIN, SERASA, SPC, etc.)?  


14. No momento da tomada do crédito, houve exigência de alguma garantia (fiador, avalista ou algum bem)?  



Declaro que as informações ora prestadas são verídicas.

Autorizo que o presente questionário seja enviado pela Defensoria Pública ao credor. Autorizo que o credor repasse quaisquer informações bancárias relativas a este questionário a Defensoria Pública (LC 105/01, art. 1º, §3º, V).